Conheça ''Morning Glories''


Há algumas semanas atrás eu publiquei aqui no blog que a Panini está trazendo o destaque da Image, Morning Glories, em formato de encadernado para o Brasil. Enquanto pesquisava sobre a HQ para poder passar a notícia para vocês, acabei me interessando pela história e decidi ler a coisa toda. Fiquei com a HQ por dias e mais dias aqui esperando para ser lida, até que decidi começar e devorei a coisa toda em oito horas seguidas. E nem vi o tempo passando!
Na verdade, fiquei tão deslumbrada pelo título que achei que ele merecia bem mais do que um simples anúncio de lançamento nacional.


Em primeiro lugar, tem que ser dito que Morning Glories é uma HQ que os viúvos de Lost vão adorar. Ignore aquele final que blá blá blá todo mundo odeia, estou falado dos mistérios que levaram à incontáveis tópicos de discussão e comunidades no finado Orkut de “Teorias Malucas sobre Lost” (pra falar a verdade, é indispensável que os fãs do HQ criem um “Teorias Malucas sobre Morning Glories, porque aqueles mindfuck tem que ser discutidos!)
A história tem seis protagonistas: Cassey, a (Jack) líder. Hunter, o (Hurley) nerd. Zoe, a (Kate) garota popular cheia de segredos anteriores à ilha escola. Ike, o (Sawyer) filho da puta. Jun, o (Locke) caladão, bom de briga e igualmente cheio de segredos, e Jade, a (Claire) meiga que sempre precisa ser resgatada e tem uma irritante obsessão por tentar se matar.
Tudo começa quando esses seis garotos são aprovados em uma escola modelo nos EUA, a academia Morning Glories, cujo lema é: “Por um futuro melhor”. Já de cara a gente sabe que tem algo de muito errado ali, por que: 1- os estudantes não podem sair, 2- há um monstro fantasmagórico que mata pessoas em uma sala com um imenso objeto estranho rodopiando, 3- todos os estudantes nasceram exatamente no mesmo instante, 4- há uma seita bizarra dentro da escola, 5- os pais se esquecem dos filhos quando os mandam para lá, e tantos outros mistérios para mindfuckear você que não tem como parar de ler.


A única coisa que sabemos até então é que o Diretor, que ainda não deu as caras na HQ, mas é sempre mencionado, procura algo naquelas crianças (“O que você vê quando seus olhos estão abertos?”). E algumas são claramente especiais, ao longo dos volumes os “poderes” e passados confusos de alguns personagens são manifestados. Outro costume de Lost ataca: flashbacks. Normalmente os volumes focam em um dos protagonistas e mostram algum acontecimento do seu passado, interligando com o que está acontecendo no presente.
Viagens no tempo, escolas desaparecendo, misticismo, assassinatos, cultos, cientistas, e professores assustadores quebrando portas com um soco... Tudo isso acontecendo rápido e ao mesmo tempo, afinal “The hour of our release draws near” (“A hora de nossa libertação se aproxima”), frasezinha que está na boca de todo mundo e ainda não sabemos o que significa.


          Morning Glories é um dos títulos mais interessantes que li esse ano. Recomendo altamente, e não só baixem como também comprem o encadernado bonitinho que já está nas bancas, seus pão-duros. O encadernado reúne os seis primeiros volumes, quase 200 páginas, por apenas 21,90. Vale muito a pena! Agora nos resta torcer para que tudo não acabe em um final deus ex-machina como Lost, já que a serie é nitidamente a inspiração de Morning Glories (que, aliás, está cheia de referencias pop, desde Star Wars e De Volta Para o Futuro até Laranja Mecânica!).
          Ah, e adivinha quem deu as caras pelas páginas da HQ?


         Isso mesmo, o Hurley (Lost) em pessoa fazendo uma ponta de easter egg com direito a sua loja de frangos, os "dude" e tudo mais. 

Renata Nolasco.

Comente com o Facebook:

3 Comentários

  1. Anônimo says:

    quero muito ler esse hq, sabe um link pra poder baixar?

  2. Isso depende. Eu não sei onde tem a HQ para baixar em português, mas em inglês eu baixei via torrent pelo Pirate Bay. A revista já foi publicada no Brasil e tem um preço super acessível para um encadernado com vários volumes. Não está mais nas bancas, mas você pode comprar pelo site Liga HQ.

  3. Anônimo says:

    Morning Glories é excelente! Tem uma história super mindfuck e personagens envolvente e bem trabalhados. Sempre que leio um novo número, fico com mil perguntas e doida para que saia o próximo. Recomendo fortemente que comprem para que continuem a publicar aqui no Brasil. E sim, a história é ótima, além de contar com uma equipe de produção bem bacana e acessível. Eu mesma já consegui conversar tanto com o roteirista quanto com o desenhista várias vezes em um chat que eles fazem no dia de lançamento de cada revista. Todos são muito simpáticos e, óbvio, competentes.

Deixe um Comentario.

Parceiros

Parceiros

Divulgue

Escolha uma das imagens e seja nosso parceiro!

Tweets